20.11.09

 Inscrevi-me num daqueles sites de busca de emprego. Enviei o currículo, preenchi os dados todos, até criei um perfil. Até hoje nunca tinha recebido nenhuma oferta para a minha área. ou melhor, até ontem.

 

Abri o e-mail e lá estava: casting de fotos. O nome da empresa era sexo virtual.

 

Isto só podia ser uma piada de mau-gosto. Os requisitos era ser mulher e ter menos de 35 anos.

 

Salário: 2000 a 2500 euros mensais. É muito mais do que aquilo que eu ganho. É mais do dobro do que eu ganho. Tentador? Nem por isso. foda-se! É que nem me ocorre dizer mais nada...

 

Já pensei criar um o meu próprio emprego. Tenho muitos colegas descontentes, bons profissionais que estão a ser literalmente desperdiçados. Comentei com o meu namorado que se me saísse o euromilhões era o que fazia.

 

Ias torrar dinheiro a criar um jornal numa região onde  a maioria das pessoas é idosa e num país que tem dos mais baixos índices de literacia?

És mesmo burra por isso é que o euromilhões nunca te vai sair. Aliás, por isso é que nem um euro te sai!

 

Deve ser mesmo por isso.

 

tags:
publicado por Lacra às 10:34

Se fosse um jornal giro onde deixasses as pessoas escrever o que lhes desse na gana sem torrares a paciência de ninguém podias contar comigo =) É porque repara: se ganhasses o Euromilhões não interessava para nada que o jornal vendesse. Só interessava ser feliz.
Joana Marques a 20 de Novembro de 2009 às 10:55

:) acho que sonhamos demais:) lol
Lacra a 20 de Novembro de 2009 às 11:06

Conversas do meu amigo imaginário
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

15
17
21

22
23
28

29
30


arquivos
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
Obrigado pela visita!
blogs SAPO