24.11.09

 As pessoas que trabalham comigo adoram-me. Adoram-me tanto que aproveitam quando eu não estou na minha secretária para me deixarem correio importante. 

 

O sentimento é mútuo. Só gostava que me saísse o euromilhões ou que encontrasse algo melhor. Ia-me embora e não dizia nada a ninguém. Nem me despedia. Desaparecia. Só para ver como eles reagiam. Provavelmente ficavam contentes. Entravam no meu computador a espreitar tudo, reviravam os meus documentos e rezavam para que eu não voltasse.

 

Das duas uma, ou sou muito incompetente e antipática ou estou muito anos luz à frente desta gente... Inclino-me para a última.

publicado por Lacra às 10:55

Conversas do meu amigo imaginário
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes
arquivos
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
Obrigado pela visita!
blogs SAPO